Profissões do Futuro

Profissões do Futuro: tecnologia e a mudança no mercado de trabalho

É notável a transformação que o mercado de trabalho vem sofrendo nos últimos anos. O grande impacto da tecnologia, a diversidade dos ambientes de trabalho, as novas estruturas de hierarquia e os ciclos de troca de emprego cada vez mais curtos são algumas dessas mudanças.

Hoje, permanecer em um trabalho por 2 anos não é sinônimo de fracasso profissional, mas sim de valorização e busca pela realização pessoal. As relações mudaram, a tecnologia avança de forma escalável e a demanda por mão de obra jovem e qualificada aumenta a cada dia.

Foi-se o tempo em que graduação e projeção de uma carreira longa dentro de uma multinacional eram a melhor definição para o emprego dos sonhos. E é neste cenário que novas atividades, até então inexistentes, surgem e ganham muito espaço.

Podemos entender como profissões do futuro aquelas que apresentam uma grande tendência de valorização para os próximos anos. Ou seja, ocupações que têm grandes chances de se tornarem mais importantes dentro das empresas já existentes ou que ainda vão surgir.

Nós fomos até a 12º edição da Campus Party Brasil para encontrar profissionais que realmente atuam com as áreas que falaremos aqui. Se quiser saber mais sobre cada uma delas e ver como é a aplicação na prática, é só assistir aos vídeos!

Neste post, selecionei 4 áreas promissoras e que abrem um leque de possibilidades para quem deseja trabalhar com tecnologia. E aí, vamos lá?

eSports

Já pensou em transformar um hobby em profissão? Pois é isso que muitos amantes de games estão fazendo nos últimos anos.

Assim como os esportes que conhecemos desde sempre, os atletas digitais de eSports formam times, ficam em centros de treinamento, participam de torneios mundiais, ganham dinheiro com isso e ainda se tornam celebridades.

O mercado vem crescendo muito no Brasil e no mundo, ganhando cada vez mais fãs e adeptos. Mas você sabia que os eSports podem derivar outras profissões do futuro, além dos jogadores profissionais? Narração, consultoria, assessoria de imprensa e social mídia são algumas delas.

Marketing de Influência

Você conhece o poder de um youtuber? O que também começou como uma brincadeira há alguns anos, hoje é uma profissão que transformou a maneira de se fazer publicidade.

Não só na maior plataforma de vídeos do mundo, mas também nas mídias sociais (como o Instagram), os influenciadores digitais agem sobre os consumidores em todas as fases da jornada de compra – reconhecimento, consideração e tomada de decisão.

Podemos entender como marketing de influência as ações focadas em pessoas que exercem influência sobre os potenciais consumidores de uma marca. Através de benefícios, essas personalidades buscam estabelecer uma relação de confiança com a marca e, assim, interferem nas decisões dos compradores.

Se tornar referência na internet não é uma tarefa simples, mas com a profissão crescendo e ganhando força, outras oportunidades relacionadas podem aparecer. Esse é o caso das agências especializadas em mediar a relação entre as marcas e os influenciadores.

Data science

Um pouco cientistas de computação, um pouco matemáticos e 100% observadores de tendências. Os cientistas de dados são uma nova geração de especialistas que possuem habilidades técnicas e analíticas para extrair valores dos dados e gerar insights que impactem positivamente o negócio por meio dessas informações.

Você já ouviu dizer que os dados são o novo petróleo? Essa é uma frase que vem sendo muito usada no mundo empresarial. Isso porque, através da análise e do uso inteligente de dados, é possível obter melhores resultados para qualquer empresa.

Para isso, existem algumas habilidades que devem ser desenvolvidas por esse profissional:

  • Data storytelling: os dados são números que representam um amontoado de informações e que só fazem sentido quando são conectados de forma visual. Por isso, saber contar histórias é fundamental;
  • Data mining: a mineração de dados nada mais é do que extrair informações relevantes em meio a tantos dados armazenados;
  • Data preparation: saber coletar, limpar, organizar e estruturar os dados para uma análise mais eficiente;
  • Tomada de decisão: elaborar estratégias e tomar decisões são parte importante da profissão do cientista de dados, pois podem definir os rumos de uma empresa.

Robótica

Lembra quando os robôs pareciam uma tecnologia que só chegaria em um futuro muito, muito distante? Pois isso já é uma realidade e, inclusive, trabalhar com eles está entre as profissões do futuro mais promissoras.

A robótica é um campo que cresce bastante e marca presença na chamada, por muitos pesquisadores, 4ª Revolução Industrial. A arte de construir e programar robôs, máquinas, veículos e outras ferramentas afeta diretamente os profissionais que atuam nas áreas de engenharia, mecatrônica e design de produtos.

Algumas das profissões que podem surgir nessa área são: analista de negócios, arquiteto de soluções, coordenação de implantação, desenvolvedor de automação e robótica e engenheiro de testes.

E as empresas, como ficam com essas mudanças?

Com os profissionais em constante mudança, é importante que as empresas também saibam acompanhar essa evolução. Pensando nisso, como saber se o seu negócio já está preparado para a Transformação Digital? Para entender melhor sobre esse assunto, clique aqui e confira nosso artigo sobre isso! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *